fbpx
Imprimir esta página
Quarta, 09 Junho 2021 00:00

Não tomou a Pílula e Agora?

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Andrômeda Web Marketing
Avalie este item
(0 votos)

Se você é mulher, é bem provável que já tenha se esquecido de tomar a pílula anticoncepcional no dia correto ou no horário habitual. Pois saiba que você não está sozinha. O esquecimento do anticoncepcional no dia certo é uma das maiores causas da gravidez indesejada.

Segundo uma pesquisa realizada pela Bayer em 9 países com 4,5 mil mulheres, as brasileiras são as que mais esquecem de tomar a pílula. Enquanto a média mundial ficou em 39%, aqui 58% das entrevistadas afirmaram ter esquecido de tomar o anticoncepcional pelo menos uma vez no último mês. Entre os motivos apontados estão estresse e ter guardado o medicamento em local pouco visível.

Outro dado importante é que 6 em cada 10 brasileiras não tomam a pílula no mesmo horário todos os dias. E ainda mais grave: quase 40% delas não consideram esse cuidado necessário.

Em caso de esquecimento o que devo fazer?

Pílula de 21 e 24 dias
Como proceder no caso de contraceptivos de 21 ou 24 pílulas, que são as mais comuns do mercado.

Até 12h de esquecimento
Se você esqueceu de tomar uma pílula da cartela, tome-a assim que se lembrar, desde que se respeite o período máximo de até 12 horas do horário habitual de tomada (Não tem risco de engravidar).

Se esse período for maior que as 12 horas, existe a orientação conforme a semana em que ocorreu o esquecimento. A seguir, disponibilizamos maneiras de como proceder em cada caso.

Mais de 12h de esquecimento

  • Na 1ª semana: Tomar assim que lembrar e a outra no horário habitual. Usar camisinha nos próximos 7 dias. Existe risco de engravidar se tiver tido relação sexual na semana anterior.
  • Na 2ª semana: Tomar logo que lembrar, mesmo que tenha que tomar 2 pílulas juntas. Não é preciso usar camisinha e não tem risco de engravidar.
  • Na 2ª semana: Tomar a pílula logo que lembrar e seguir a cartela normalmente, mas emendar com a próxima cartela, logo a seguir, ficando sem menstruar.


Pílula de 28 dias

Até 3h de esquecimento
Tomar assim que lembrar. Não tem risco de engravidar.

Mais de 3h de esquecimento
Tomar assim que lembrar, mas usar camisinha nos próximos 7 dias para não engravidar.

O que fazer quando esquecer a 1ª pílula da cartela

  • Quando é preciso começar uma nova cartela, tem até 24 horas para iniciar a cartela sem ter que se preocupar. Não precisa usar camisinha nos próximos dias, mas há risco de engravidar caso tenha tido relação sexual na semana anterior.
  • Caso só se lembre de começar a cartela com 48 horas de atraso, existe o risco de engravidar, por isso deve usar camisinha nos próximos 7 dias.
  • Se o esquecimento for maior que 48 horas não deve iniciar a cartela e esperar pela vinda da menstruação e nesse primeiro dia da menstruação iniciar uma nova cartela. Durante esse período de espera pela menstruação deve usar camisinha.

O que fazer se esquecer 2, 3 ou mais pílulas seguidas

  • Ao esquecer 2 pílulas ou mais da mesma cartela existe o risco de engravidar e por isso deve-se usar a camisinha nos próximos 7 dias, também existe o risco de engravidar se tiver tido relação sexual na semana anterior. Em todo caso, deve-se continuar as pílulas normalmente até acabar a cartela.
  • Se esquecer 2 comprimidos na 2ª semana, pode-se abandonar a cartela durante 7 dias e no 8º dia iniciar uma nova cartela.
  • Se esquecer 2 comprimidos na 3ª semana, pode-se abandonar a cartela durante 7 dias e no 8º dia iniciar uma nova cartela OU continuar com a cartela atual e depois emendar com a cartela seguinte.

Quando tomar a pílula do dia seguinte
A pílula do dia seguinte é uma contracepção de emergência que pode ser usada até 72 horas depois da relação sexual sem camisinha. Entretanto ela não deve ser usada habitualmente porque tem alta concentração hormonal e altera o ciclo menstrual da mulher.

Lembre-se de que nenhum método contraceptivo é 100% eficaz. As orientações sobre o que fazer em caso de esquecimento servem para minimizar os riscos e, mesmo quando seguidas corretamente, ainda há possibilidade de ocorrer a gravidez.

Também é importante a consciência de que somente o uso de preservativo (camisinha) em todas as relações sexuais (vaginal, anal ou oral) previne contra riscos de exposição às doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), inclusive AIDS.
Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pois pode ser perigoso para a saúde, e consulte-o pelo menos uma vez ao ano, especialmente quando em uso de hormônios.


Dra. Isabela de Oliveira Cunha – Ginecologista Obstetra – CRM 52.96157-4 RJ
Rua Santa Clara 50 - Sala 603 - Copacabana - Rio de Janeiro - RJ

Ler 174 vezes